eduardo_campos_home_13081

Contando com o voto do político morto.

Há algo que a maioria das pessoas precisam compreender: – Os políticos querem os votos que seriam do Eduardo Campos. Logo, aparecerão lágrimas, manifestações e toda forma de teatro para aumentar o universo eleitoral. Na região sul e sudeste, os votos do PSB flutuarão para o Aécio Neves ou continuarão com a Marina Silva, se a mesma decidir continuar na disputa. Todavia, o Nordeste fechará com Dilma, porque a única resistência se foi.
A possibilidade da eleição presidencial ser resolvida no primeiro turno aumentou e se tornou tangível. Entretanto, quem possivelmente ganhará mais com a ausência do Eduardo Campos será o PMDB, tendo em vista que dois ministérios ficarão disponíveis para as negociações do poder. Essa, também, poderá ser uma oportunidade para o PR ampliar sua participação nas pastas ministeriais.
Uma coisa é certa: – Nessa eleição, a possibilidade de ficar em cima do muro só ocorrerá, se o eleitor anular o voto ou votar em branco, porque a terceira opção se tornou uma ilusão para a classe média. Aliás, a terceira opção já era uma ilusão para controlar o ambiente eleitoral até o segundo turno desde o início.

Nadelson Costa Nogueira Junior