auto-sabotagem

Brasil. Codinome: SABOTAGEM

Se considerarmos os discursos dos estadistas e dos políticos brasileiros com suas respectivas ações, concluiremos que a política brasileira é o conjunto das mentiras desde Marechal Deodoro até os dias atuais. Entretanto, essa tradição não se criou na República. Ela nasceu no Império Brasileiro, sendo marcada pelo momento em que Dom Pedro II sabotou o Visconde de Mauá, com sua visão empreendedora de tornar o Brasil produtivo e industrial.

Tudo que está acontecendo no Brasil não é e nunca foi obra do acaso. Desde o início, nossos líderes e governantes trabalharam duro para construir e manter as desigualdades sociais. Na cabeça deles, as coisas estão no seu devido lugar.

Não tenho dúvida de que a nação brasileira está retificando os pecados das gerações anteriores, tanto com as tribos indígenas assassinadas, quanto os escravos que foram explorados e negociados ao longo dos séculos, incluindo a Guerra do Paraguai. Entretanto, esse tipo de carma de nação só poderá ser compensado de duas formas, que são extremas: – O exercício da justiça social ou a guerra. Não precisa ser especialista para concluir que as tentativas do bem-estar social estão se perdendo por entre as reuniões, com seus cafezinhos, e a corrupção sistêmica. Logo, acho que o Brasil passará por uma guerra civil declarada, quando lhe cairá a ficha. Mas, será tarde para toda geração.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior

Comentários