professor

No próximo ano? A visão realista sobre o descaso com a educação nos últimos 24 anos

16939325_2227740087450411_6903258934469187052_n“No próximo ano as aulas começarão no tempo certo, com o calendário do ano letivo funcional para que realmente o planejamento seja em prol da qualidade do ensino.
No próximo ano os pagamentos ficarão em dia, sem parcelamento de 13, sem salários atrasados (calendário fixo de pagamento)e com piso nacional, além da incorporação da regência.
No próximo ano 1/3 da carga horária do professor será destinada para o planejamento.
No próximo ano a gestão será democrática.
No próximo ano o IPREVIRB terá realizado um propósito de total transparência com o servidor, informando a situação real e fazendo o seu papel de resguardar o servidor municipal ativo e inativo.
No próximo ano teremos em mãos os nomes de quem faz parte dos conselhos para que tenhamos um diálogo.
No próximo ano teremos estrutura material e merenda de qualidade para os alunos.
Por quantos anos ouvimos isso?
“No próximo ano…”
Com interesses particulares, colocam tudo que queremos como realidade e muitos municípios vizinhos já conquistaram somente no campo das ideias.
Como profissional e munícipe não vou esperar o próximo ano, vou LUTAR agora, porque só fazemos o futuro no presente.
Momento nenhum pensam nos ALUNOS, a faxina nas escolas trazem uma boa aparência, mas e o ENSINO?
GREVE porque a situação é GRAVE!”

 

Por Ciraldo Júnior e Virgínia Borges

Comentários