Posts

p_20161213_203900

Estúdio de Dança Sonharte fez vanguarda no seu primeiro espetáculo

12523083_978160892259395_8317975220781603635_nAo assistir a apresentação das coreografias do espetáculo “Entre Laços”, produzido pela Equipe do Estúdio de Dança Sonharte e dirigido pela Caroline Rodrigues, me surpreendi com a qualidade coreográfica das crianças e a aplicação da técnica, tendo em vista que o projeto ainda não materializou seu primeiro ano, demonstrando a maturidade precoce das professoras e de toda equipe técnica, desde o repertório musical até a iluminação.

Sou vizinho de muro do Estúdio Sonharte, enquanto que acompanhei  os ensaios pelos temas musicais de dentro do meu quarto ao longo dos meses, imaginando como seria cada coreografia.

Adorei o espetáculo, me emocionei com a coreografia das crianças dançando com suas respectivas mães. A proposta da coreográfica da grávida foi linda, poética e contemplativa. A dança do ventre demonstrou o potencial das alunas e da Sonharte. Todavia, minha alma tremeu com a sincronia coreográfica da equipe do Hip Hop, cuja apresentação era merecedora da estreia no Canal Disney. Simplesmente, os meninos possuem a dança no DNA e quebraram todos os conceitos, superando as expectativas do público rio-bonitense.

Literalmente, o espetáculo “Entre Laços” começou no ritmo da turma baby class, progredindo para a mistura da dança clássica com a moderna, terminando na rebeldia necessária para todo movimento artístico e de vanguarda.

Por fim, sobre a última coreografia, eu poderia escrever uma tese de doutorado em história e filosofia da arte, uma vez que as dançarinas me provaram que é possível ensinar história e expressar o pensamento político e ideológico através da dança e do movimento, sem perder a postura ou cair no salto. Me sentei na platéia, preparado para ver mais do mesmo. Mas, fui surpreendido como artista e admirador do belo, ficando com o entusiasmo para acompanhar e aplaudir as futuras produções, com seus novos desafios. Assim, me levanto, bato palmas e ofereço flores em agradecimento, porque a maior retribuição da arte se materializa no reconhecimento.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior

 

Estúdio de Dança SONHARTE

Adorei a proposta do Estúdio de Dança SONHARTE, em Rio Bonito

89c15e4ad67a505453f225b203d037f7Em alguns momentos, consigo fechar meus olhos e me desconectar da realidade, retornando à infância, quando morava em Copacabana, e passeava com minha avó na Quinta da Boa Vista para apreciar o melhor da música clássica e da dança, ao som da orquestra sinfônica nacional na execução do Projeto Aquarius.

Minha alma se encantava com a harmonia dos instrumentos de cordas, madeira, metais e percussão, regidos pelo homem que se vestia como pinguim e que tinha o cabelo engraçado, cujo nome era nada mais e nada menos que  Isaac Karabtchevsky. E assim, aprendi a admirar Tchaikovsky, bem como o gosto sofisticado do chá das cinco, acompanhado pela magnífica bomba de creme (eclair à la vanille) da Confeitaria Colombo, que se localizava na esquina entre as ruas Nossa Senhora de Copacabana e a Barão de Ipanema.

Voltando ao presente, ainda me realizo com as experiências da minha filha, que inclinou a vontade de retornar ao ballet e de praticar a arte em movimento, através da dança. Logo, eu entrei no Estúdio de Dança SONHARTE, me encantando com a harmonia das cores e a leveza da sua proposta, que é ensinar a dança através do Ballet, do Jazz e do Hip Hop, conectando o clássico ao contemporâneo. Compreendi, imediatamente, a proposta da professora Carol Rodrigues, que é realizar o sonho de fazer a arte em Rio Bonito, através dos movimentos e das coreografias. Compartilhei, quase que instantaneamente, a ideia, com a mesma intensidade do Projeto Aquarius, do Lago dos Cisnes de Tchaikovsky e do chá das cinco na antiga Confeitaria Colombo.

A arte e a cultura nunca serão demais para o mundo, principalmente, quando se trata de Rio Bonito, que tem tanto para sonhar e realizar. Por tal motivo, carpe diem, “aproveite o dia” e permita-se.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior

 

Estúdio de Dança SONHARTE

Rua Santa Clara, nº 99, centro, Rio Bonito – RJ.

Tel.: (21)99833-6985

E-mail: carolweb_3004@hotmail.com.

P_20151205_195817_1_p

O CRIAR é uma escola com Alma e espírito na busca pela perfeição

No último sábado, dia 05/12/2015, a Escola Criar realizou seu tradicional evento do encerramento do ano letivo, com o tema: – PAZ.

Como a proposta da escola, que é educar com inteligência, o Criar inovou toda a logística do encerramento esse ano, dividindo-lhe em duas partes.  Assim, o evento foi mais objetivo e participativo, além de ter facilitado a vida dos visitantes desde o estacionamento até as acomodações de praxe.

Pessoalmente, o principal evento da noite foi a entrega do livro e do primeiro certificado simbólico da minha filha, que ingressará na 2ª série em 2016. Entretanto, houve um momento em que, literalmente, fiquei emocionado, tendo em vista que não é comum ver uma classe inteira da 5ª série cantar na linguagem dos sinais (LIBRAS). As luzes piscavam e evidenciavam as luvas. As crianças expressavam a emoção em movimento.

Houve um terceiro momento emocionante, quando, no intervalo de uma apresentação para outra, colocaram o discurso do filme “O Ditador”,  de Charles Chaplin, falando sobre o preço da paz, bem como, criticando a exploração do trabalho humano em sua época. Simplesmente, a equipe do Criar conseguiu expressar parte da sua proposta epistemológica e pedagógica, com substância e substrato.

Por fim, não existe qualquer instituição de ensino, na região, que se aproxime da materialidade do conhecimento prático e teórico que o Criar se propôs realizar dentro do construtivismo. O encerramento do ano de 2015 deixou bem claro que uma escola pode e deve ter a melhor estrutura física e ambiental possível, com salas climatizadas, quadra de esporte, atividades extracurriculares tais como ballet, natação e lutas marciais, como o mercado tem exigido para que as escolas se apresentem com “qualidade”. Todavia, a escola precisa ter alma e espírito. Ela precisa ter uma missão, visão e objetivos. Ao ver a resposta da minha filha ao método da alfabetização e a propriedade das turmas mais avançadas, eu não posso deixar de manifestar minha certeza de que a Sophia está no lugar certo.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior