banner-transparencia

URGENTE: IPREVIRB informa sua folha de pagamento à transparência pública, com nomes, cargos e salários

“Água mole, pedra bruta. Tanto bate, até que fura”. Não poderia iniciar a resenha sem mencionar a força do ditado popular, que é antigo, mas que demonstra o potencial da comunicação social e eletrônica, através da internet e das redes sociais, principalmente nos quesitos da informação e do feedback (retorno) com a opinião pública e os órgãos governamentais e as autarquias, em relação à transparência.

Desde o início do mandato do prefeito José Luiz Alves Antunes (Mandiocão), a cidade de Rio Bonito tem testemunhado o confronto entre as forças políticas da oposição e da situação, que colocaram o Poder Executivo e o Legislativo municipal num conflito, que foi iniciado nas Eleições 2016 e que parece não ter mais fim. No meio da guerra, a lista dos cargos comissionados do poder executivo foi exposta nas redes socais, o que provocou a exoneração de todos na última semana de julho de 2017.

Diante do quadro atual, objetivando conquistar o apoio da opinião pública em relação aos atrasos nos repasses do desconto previdenciário dos servidores públicos, o IPREVIRB (Instituto de previdência dos servidores públicos municipais de Rio Bonito), através do diretor presidente, JOSÉ ANTONIO CARDOSO, abriu as portas para a transparência, enviando sua folha de pagamento mensal e as despesas, dando o primeiro passo para a transparência pública na esfera municipal, cuja planilha segue abaixo:

 

 

DIRETORIA MATR. CARGO SALÁRIO
AÉCIO RODRIGUES LOPES JUNIOR 3145 DIRETOR ADMINISTRATIVO R$6.880,00
CIRINEU PAES DE ALMEIDA 599 DIRETOR FINANCEIRO R$6.880,00
DENISE DE SOUZA MONTEIRO RAMOS 10071 DIRETORA R$6.880,00
GUSTAVO DA SILVA LOPES 10069 PROCURADOR R$6.880,00
JOSÉ ANTONIO CARDOSO 7059 DIRETOR PRESIDENTE R$6.880,00
SERGIO RICARDO LOPES DE MORAES 12027 DIRETOR DE SEGURIDADE R$6.880,00
SUB-TOTAL: R$41.280,00
CONSELHO FISCAL MATR. CARGO SALÁRIO
FRANÇOIS RANIERI MENDES FELIX 12155 CONSELHEIRO FISCAL R$600,46
MARCOS ANTONIO VELASCO BRAGA 17 CONSELHEIRO FISCAL R$600,46
WALTER LOPES TERRA 12159 CONSELHEIRO FISCAL R$600,46
SUB-TOTAL: R$1.801,38
CONSELHO DELIBERATIVO MATR. CARGO SALÁRIO
ARNALDO RODRIGUES DA SILVA 11249 CONSELHEIRO R$600,46
GENESIS MENDES 10067 CONSELHEIRO R$600,46
GEREMIAS AZEVEDO GUIMARÃES 22 CONSELHEIRO R$600,46
MARIA DALVA SANTOS DE OLIVEIRA 10068 CONSELHEIRO R$600,46
SAMUEL GOMES DE OLIVEIRA 7 CONSELHEIRO R$600,46
SUB-TOTAL: R$3.002,30
COMISSIONADOS MATR. CARGO SALÁRIO
ELISEU HENRIQUE TEIXEIRA 1042 CONTROLE INTERNO R$1.500,00
GUILHERME ARTHUR DE PAULA MELO 10050 ASSISTENTE R$880,00
LIVIA CARDOSO OLIVEIRA AMARAL 7112 ASSESSORA FINANCEIRA R$4.200,00
LUCIA HELENA DA SILVA 70896 ASSISTENTE R$950,00
RAINA BEZZI DE ALMEIDA 12031 ASSISTENTE R$880,00
TATIANA PIO BORGES PEIXOTO 12016 ASSESSORA R$4.200,00
VERÔNICA FERREIRA MACHADO VALADÃO TOSTES 7073 ASSISTENTE R$880,00
WIARA ROSADA COSTA 12032 ASSISTENTE R$950,00
SUB-TOTAL R$14.440,00
SERVIDORES EFETIVOS MATR. CARGO SALÁRIO
ALESSANDRA JOICE RAMALHO NOGUEIRA RONZANI 946 EFETIVO DA AUTARQUIA R$937,00
ANDREA IBRAHIM ROLEMBERG 949 EFETIVO DA AUTARQUIA R$937,00
GABRIEL MARTINS DIAS 948 EFETIVO DA AUTARQUIA R$937,00
RAFAEL PEIXOTO LOURENÇO 942 EFETIVO DA AUTARQUIA R$937,00
RODRIGO ANTONIETO DUTRA NASCIMENTO 944 EFETIVO DA AUTARQUIA R$937,00
SUELI LIMA DE ALMEIDA 945 EFETIVO DA AUTARQUIA R$937,00
THIAGO HOSANA FREIRE 943 EFETIVO DA AUTARQUIA R$937,00
YURI MORAIS DOS SANTOS 941 EFETIVO DA AUTARQUIA R$937,00
SUB-TOTAL: R$7.496,00
CUSTO TOTAL DA FOLHA DE PAGAMENTO MENSAL – 2017 R$68.019,68
Despesas Administrativas + atrasados de maio, junho e julho de 2017. R$39.171,90
TOTAL R$107.191,58

 

Por fim, deixei de mencionar os atrasos do último trimestre do governo Solange Pereira de Almeida, uma vez que o prefeito procedeu o pagamento parcial da dívida, levando, inclusive, sua comitiva para dentro do IPREVIRB diante dos holofotes da imprensa local.Na prática, se analisarmos a média dos descontos das licenças médicas, concluiremos que os valores estão entre R$100.000,00 a R$119.000,00. Dessa forma, a manutenção administrativa dos contratos e das despesas fixas da autarquia ficam comprometidas, tendo em vista seu custo mensal, computado em R$107.191,58. Assim, após a análise do fluxo de caixa do IPREVIRB, nota-se que o prefeito está trabalhando de forma equivocada na aplicação dos descontos, comprometendo a manutenção do fundo previdenciário e o pagamento dos aposentados.É importante atentar para o fato de que o IPREVIRB é uma autarquia autônoma, enquanto o Município de Rio Bonito tem a obrigação de realizar o repasse mensal para o instituto, não podendo realizar qualquer desconto, salvo as previsões legais. O problema é que o prefeito está concedendo licenças médicas, sem a verificação pericial, descontando-as nos repasses, sem a especificação e o motivo dos descontos. Assim, em função dos atrasos, a PMRB já sofreu o primeiro arresto, que poderá declinar no crime de apropriação indébita previdenciária.

Por Nadelson Costa Nogueira Junior

 

 

Comentários