Prefeita Solange Pereira de Almeida.

URGENTE: Na briga pelo poder entre o PMDB x PSDB, Solange Pereira Almeida luta contra o tempo

IMG-20150917-WA0000A sociedade riobonitense precisa ficar ciente e autalizada sobre a situação política da cidade no momento. A prefeita, Solange Pereira de Almeida, ingressou com o agravo regimental no STJ, objetivando ganhar meses de continuidade no governo com este instrumento. Entretanto, o Agravo já foi para a mesa da turma julgadora e será analisado hoje, dia 17/09/2015, às 14:00 horas.

Os simpatizantes e membros do governo municipal estão assustados com a velocidade que os processos da prefeita, tendo em vista que estão andando, com força total na esfera federal.

Analisando a conjuntura política, mesmo que a Solange Pereira de Almeida continue mantendo a única estratégia que lhe resta, que é ganhar tempo para se manter no poder, tudo indica que a mesma não terminará o mandato. Entretanto, se conseguir se arrastar até as eleições 2016, objetivando a reeleição, a prefeita não conseguiria ficar por muito tempo no cargo, além de não deixar o vice-prefeito na cadeira, passando o lugar para o segundo colocado, que, possivelmente, será o Matheus Neto (PR). Enquanto a situação está cômoda para o potencial candidato da oposição, os partidos governistas já não podem afirmar o mesmo, tendo em vista que a permanência da prefeita no cargo não dará garantias ao PMDB, que, conforme as conversas entre os corredores do poder, pretende lançar Picciani para governador. A única forma do PMDB garantir a continuidade do domínio político na região seria deixar o destino da prefeita seguir a linha natural, abrindo espaço para o possível candidato, Marquinhos Luanda Car. Em contrapartida, o PSDB, que precisa crescer no circuito do poder, em resposta ao resultado das Eleições 2014 no Congresso Nacional, tenderá a romper com o PMDB, enquanto que o atual vice-prefeito de Rio Bonito é membro do partido. Assim, no jogo de xadrez da política, foi aberta uma disputa interessante, o qual nosso município passou a ter valor estratégico, focalizando as eleições em 2018 para governador. E que o jogos comecem.

Em tempo, não poderia terminar o presente artigo, sem atentar para o fato de que, enquanto o Governdor, Pezão, está ao lado de Dilma, dando apoio ao retorno da CPMF, defendendo que o imposto seja dobrado, conforme a mídia nacional, os royalties do petróleo e os impostos diretamente ligados ao setor petrolífero diminuíram consideravelmente, por conta das alterações contratuais, bem como o valor do barril do petróleo. Considerando a guerra econômica global, através da especulação financeira e a entrada do grande volume de reserva petrolífera por parte do Irã e da Rússia no mercado internacional, os Estados perderam o poder econômico, aumentando, e muito, sua dependência de Brasília, que necessita resolver o problema do rombo dos R$30.000.000.000,00 nas contas públicas. A ironia disso tudo é que Campos dos Goytacazes aumentou sua importãncia econômica e política para o Estado e para o país, tendo em vista que é a cidade com maior produção de petróleo, junto com Macaé no circuito. Em suma, em aglum momento o PMDB terá que sentar com o PR e a Deputada Federal, Clarissa Garotinho, para resolver a saúde do nosso Estado.

E, mais uma vez, baterei na tecla de que a situação está cômoda para o Partido da República e seu potencial candidato local nas próximas eleições.

 

Nadelson Costa Nogueira Junior

Comentários