petit-gateau

Dilma, não te perdoo por causa do petit gateau

Dilma, eu tentei compreender a jogada da CPMF e o teatro da falência do Rio de Janeiro por parte do Pezão. Por maior que fosse o rombo das pedaladas fiscais, também fui compreensivo, porque o Brasil precisava da estabilidade para tentar respirar. Tolerei o aumento de todos os impostos e da gasolina, enquanto que o meu salário continuou congelado. Suportei as noites do sono perdido, tentando fazer cortes nos gastos domésticos para diminuir os juros do cheque especial, quando o governo continuou gastando além da conta e nada economizou. Fiquei arrepiado quando descobri o rombo da Petrobrás, mas tentei ser compreensivo por causa do mercado mundial e das variáveis da demanda dos derivados do petróleo.

Dilma, todos os pecados e erros do governo poderiam ser perdoados. Mas, você foi além da conta e abusou, aumentando os impostos sobre o sorvete e o chocolate. Isso não tem perdão, enquanto que nem cem reencarnações compensarão o tamanho do carma adquirido por causa da gordura hidrogenada, do açúcar e do cacau. Por tal motivo, sou favorável ao impeachment ou à cassação eleitoral. E que tais instrumentos sejam rápidos, antes que ela aumente os impostos sobre a cereja, enquanto que ficarei sem o meu saboroso petit gateau.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior

Comentários