congressonacional

Não me satisfaço somente com o PT, pois quero ver todas as legendas envolvidas na cadeia

Estou decepcionado com o PT (Partido dos Trabalhadores), porque o partido optou em fazer a política e a gestão pública na informalidade da corrupção cultural brasileira, que foi institucionalizada na sociedade, possivelmente, muito antes do advento da nossa república, que surgiu como a resposta ao Império, por causa da sua atitude em abolir a escravidão no Brasil.

Todavia, com as várias operações em moda, me incomoda o fato de ver o PT, cujos números indicam que havia a participação de 3% nos empreendimentos  e na diversidade dos golpes no dinheiro público e nas estatais brasileiras, aparecer sozinho na imprensa nacional, quando os outros 97% dos valores foram distribuídos entre as outras legendas, com seus votos e apoios condicionados.

Não estou dizendo que o PT é santo, como, muito menos, não o transformarei em vítima de um processo, cuja inclusão foi optativa. Todavia, entre o clamor público, cumulado com as entrevistas dos políticos e líderes partidários em focalizar todo o ódio da nação numa única legenda, o certo seria construir um padrão, objetivando apurar todos os envolvidos. Todavia, é mais fácil sacrificar o sócio minoritário dos 3% do que colocar as partes que participaram da maior fatia dos desvios nos 97% do bolo brasileiro, porque a ideia dos políticos e da imprensa não é moralizar o Brasil ou combater a corrupção, mas tirar o atravessador do Poder Executivo, para que o país volte, literalmente, à configuração gestora das décadas de 70 e 80, com várias agências regionais, cujos valores eram liberados para o saneamento básico, a educação, a saúde e a garantia dos acessos à energia elétrica e à água encanada. Mas, no final, o dinheiro sumia de um lado, enquanto que a miséria e a pobreza cresciam do outro.

Quero ver o PT e todos os envolvidos pagarem pelos crimes cometidos, o que resultaria no isolamento do Congresso Nacional  quase que inteiro na cadeia, para que a mensagem da cultura anticorrupção seja transmitida por parte da nação. Caso contrário, não importará qual mecanismo jurídico ou político será aplicado na cassação ou no afastamento da presidente da república, tendo em vista que o resultado será o mesmo: – Manter a corrupção no poder. No final, os envolvidos no Poder Legislativo ficarão com 100% dos investimentos, para personalizarem em proveito próprio, enquanto que o povo se deleitará, comendo o pão duro  e mofado dentro do circo de suas casas, durante o horário nobre.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior