Ag9BPEqv1IO5jUnxzNJ52vBCzCzhp0LeMNhSiNOqYVqi

O desabafo dos professores sobre o 07 de setembro e o abandono da educação

“A crise no Brasil é conhecida por todos e sabemos que ela acaba refletindo sim nos estados e municípios. Em Rio Bonito a “crise” está caindo como uma BOMBA e atingindo o funcionalismo público e também o comércio local. Mesmo estando diante deste momento,  as reduções, perdas salariais (gratificações, redução de vantagens indenizatórias, horas extras…) só acontecem com os peixes pequenos, àqueles que,  sequer,  abrirão a boca para pestanejar,  por medo de represálias. Não há redução de cima para baixo! A prefeitura paga aluguéis altíssimos. Há muitos cargos de secretarias, há muitos cargos comissionados e de assessorias. O Ministério Público está nos visitando constantemente para apurar denúncias diversas, uma delas com relação à Educação, vamos ver como responderão às denúncias.

Falando em educação, este é um setor que anda bem sucateado, pois falta merendas nas escolas, água, material didático, professor, Atendimento Educacional Especializado, salário digno… Ainda querem realizar um Desfile Cívico no dia 07 de setembro, na tentativa de camuflar algo que todos estão vendo,  que anda muito mal das pernas. As famílias precisam comprar os uniformes de seus filhos ou blusas de acordo com o tema do desfile. O pior é que elas compram,  porque esse é um momento especial para as crianças e para a família. Falta dinheiro, as escolas precisam realizar festas para comprar o básico,  que deveria ser dado pela Secretaria de Educação. Deveria toda a comunidade rio-bonitense deixar de comparecer neste evento para Inglês ver. Amedrontam os profissionais de educação alegando que o pagamento será descontado, mas sabemos que este é um ferido Nacional e que por Lei, o servidor que trabalhar em feriado Nacional teria direito à folga correspondente ao dia de descanso ou receber 50% a maior do que recebe. Parece que voltamos à época da escravidão!”

Por Renata Borba e Maria de Fátima Monteiro

Comentários