Posts

dsc_3673

Estrela Cadente

Não sou herói.

Não trouxe a paz para Israel.

Não encontrei a cura para qualquer doença.

 

Não segurei a dor que corrói.

Também não me considero um bom fiel.

Salvo a fé cega depositada na ciência.

 

Não fiz muita coisa produtiva.

Mas matei um leão todos os dias

Para manter minha família unida.

 

Para muitos, isso é pouco.

Para mim já é o bastante.

 

Quanto menor for o peso no lombo,

Meu passo será mais largo e distante.

 

Assim, como o dedo que aponta a criança,

Alcançarei a calda daquela linda estrela cadente.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior

Rio Bonito, 31 de julho de 2018.

John_Martin_-_Sodom_and_Gomorrah

Conversando sobre a humanidade com Deus

ricos1eEterno, compartilhando da unicidade e da criação, suplico por justiça e misericórdia, tendo em vista que a humanidade ainda não chegou ao nível mais profundo da pobreza moral e ética, mas as bases da imoralidade estão fincadas nos corações petrificados dos seres humanos.

Eterno, nós estamos cheios da ganância, que originam as desigualdades sociais, a exploração e a escravidão do Homem, além da destruição do mundo natural. As pessoas estão fazendo filas gigantescas por emprego, enquanto que milhares de famílias passam fome, em total situação de miséria e pobreza material. Não há cura para as doenças, porque não há dinheiro para comprar os medicamentos.

Eterno, nossos governantes se afastaram da sociedade e ignoraram as consequências coletivas dos seus atos e decisões. Com isso, perdemos o respeito e deixamos de obedecer às autoridades. E, por pior que pareça, a situação se agravará, uma vez que virá a guerra civil, que se tornará uma guerra continental e mundial. Novamente, homem matará homem, famílias serão exterminadas com o apertar de um único botão. Será nesse momento que chegaremos à plenitude de que erramos, mas continuaremos destruindo, porque essa foi a programação da nossa natureza social e primitiva.

Eterno, rogo pela vinda do Messias. Todavia, não nos envie o salvador, porque Ele será incompreendido pelos políticos e religiosos. Possivelmente, Ele será adorado por muitos e perseguidos pelas instituições governamentais. No final, o matarão para que a profecia não seja cumprida.

Eterno, o inevitável acontecerá. Chegaremos ao limite da degradação humana e do canibalismo. Logo, na ausência dos justos, rogo que envie seus três anjos expiadores, para que possam provar da nossa hospitalidade e do melhor que temos para dar ao mundo e a Ti. E, se no final da jornada e do julgamento, não for encontrado um único justo, que seja aplicada a sentença, com a destruição de tudo.

Por fim, Eterno, imploro que tenha misericórdia das crianças, por dois motivos: – Elas são inocentes, enquanto que precisaremos das testemunhas, objetivando retardar o processo inevitável na relação entre o progresso, o crescimento populacional e a extinção de toda a espécie humana.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior

din_bra_uru63

O pai da inflação é o governo, enquanto que a mãe é a calamidade

O governo brasileiro está tão alucinado, que só falta tributar o oxigênio que respiramos e o número dos batimentos cardíacos por minuto dos cidadãos. O combustível sofreu três reajustes nos últimos 12 meses. A energia elétrica idem, sendo que o maior impacto foi na tributação e não no consumo.

O governo afirma que quem cria a inflação é o empresário, quando aumenta os preços. Todavia, isso não é verdade, tendo em vista que quem cria a inflação é o governo, quando emite mais notas da moeda no mercado, bem como eleva as taxas, impostos e tributos, incluindo, o aumento dos combustíveis, tendo em vista que a PETROBRÁS é uma empresa estatal. Logo, a bola de neve da inflação está tendo impacto na classe média e nas classes mais pobres, que não possuem ferramentas legais para transferirem parte ou todo peso tributário a outrem.

Em suma, se o Presidente da República, os Presidentes do Senado, da Câmara dos Deputados, das Assembleias Legislativas, das Câmaras dos Vereadores, bem como os governadores e prefeitos, fizessem o dever de casa, administrando a máquina com eficiência, demitindo os comissionados improdutivos e estabelecendo metas de produtividade, eficiência e consumo para as autarquias e departamentos públicos, simplesmente, sobraria dinheiro todos os anos, enquanto que não seria necessário fazer os ajustes financeiros e econômicos, como muito menos, desviar o dinheiro da previdência social, do pagamento dos servidores públicos e terminar de sucatear a educação e a saúde pública.

Para piorar, o salário mínimo é corrigindo, sempre abaixo da inflação real. Logo, está difícil manter essa máquina pública, que só suga o cidadão, sem dar retorno social e infraestrutura à sociedade.

Por fim, a política que deveria ser a cura para os problemas sociais e econômicos do Brasil, se tornou a doença, que precisa ser erradicada. A questão é: – Como, tendo em vista que os políticos querem se perpetuar no poder, com os salários e vantagens? Eles estão desconectados da realidade. O mundo do cidadão não possui as mesmas regras dos políticos. Logo, precisamos conhecer a experiência da gestão pública e da política em Israel, na Suécia, Suíça, Finlândia ou no Canadá.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior

download (2)

O rádio

Finjo que tudo está bem.

É só um momento de introspecção.

Talvez seja a meia-idade do homem,

Que se aproxima dos quarenta.

 

Meu coração bate triste,

Porque sinto sua falta ao entardecer.

Por mais que eu ligue a televisão

E fique trocando os canais.

 

Não era para ser assim.

Era inevitável sua partida,

Enquanto que fizemos de tudo para retarda-la.

No final, a doença venceu a carne,

Enquanto que sua viagem não necessitou da bagagem.

 

Os meses transcorrem numa velocidade louca.

Durante o dia, o trabalho é tanto que esqueço.

Mas, vem a noite com sua música.

A saudade inflama do fundo do peito.

Choro feito criança,

Porque você não vem me visitar.

 

Por favor, me tire do fundo do poço,

Uma vez que não sou a fortaleza que aparento.

Sou feliz e não posso ser ingrato.

Mas preciso aprender a conviver com a tristeza,

E tolerar a falsidade alheia.

 

Ligarei meu rádio.

Contemplando o aquecimento das suas válvulas.

Na estática da modulação,

Aguardarei uma mensagem alienígena,

na esperança de que consiga completar a comunicação,

decodificando a linguagem.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior