Posts

20171007_020641

PMRB inova a faixa de pedestres com tapete vermelho

Eu acho incrível o poder da imagem diante da sociedade. O simples fato da PMRB ter pintado a faixa de pedestre no centro da cidade, nos dá aquela falsa sensação de que a cidade não está abandonada pelo poder público e que as coisas melhorarão. No final, a tinta alimenta a esperança de que dias melhores virão para Rio Bonito.

O detalhe é que surgiram diversos comentários nas redes sociais, reprovando a iniciativa da PMRB ter pintado a faixa de pedestres com o contorno vermelho, seguindo o modelo aplicado, inclusive, em Juiz de Fora – MG. Os críticos utilizaram o modelo idealizado pelo conselho nacional de trânsito, que estabelece o modelo da faixa branca, com o fundo preto do asfalto. Aliás, o problema é justamente esse: – As leis são para inglês ver no Brasil, porque o Brasil nunca foi e jamais será a Inglaterra. A frase original do Brasil Império é latente e forte na antropologia e na sociologia jurídica nacional.

A questão da faixa de pedestres é pertinente aos olhos da lei. Mas, existem brechas técnicas que permitem a iniciativa da inovação. O que transforma o debate numa questão jurídica, que, pessoalmente, considero desnecessária e que só aumentará as estatísticas dos prazos e do término dos processos no Poder Judiciário, cuja matéria é merecedora do plenário do STF (Supremo Tribunal Federal).

Por fim, com o tapete vermelho e a faixa de pedestres reforçados, só falta o pedestre riobonitense compreender que ele só pode atravessar na faixa, enquanto que o motorista precisará relembrar que a parada na faixa é obrigatória, quando o pedestre pisa. E que comecem os jogos vorazes do egoísmo e da estupidez humana no trânsito local.

 

Por Nadelson Costa Nogueira Junior

download (1)

Campanha da água para cidades atingidas pelo rompimento da barragem

“A Arquidiocese de Niterói iniciou uma campanha de arrecadação de água para as cidades abastecidas pelo Rio Doce. Dom José Francisco, Arcebispo Metropolitano de Niterói, fez seu pedido de ajuda: “Devido ao lamentável fato do rompimento da barragem no município de Mariana e conscientes das dificuldades de tantos irmãos necessitados de água, nossa Arquidiocese também está realizando uma campanha.”, disse o Arcebispo em carta.

As doações poderão ser feitas de duas formas:

– doação de garrafas de água (de um litro e meio ou galões), que poderão ser entregues nas Paróquias.

– doação em dinheiro na conta do banco Bradesco – Agência 2510, Conta Corrente 9378-5.

A própria Arquidiocese irá monitorar essa conta que será utilizada para compra de água. Mais informações pelo telefone (21) 3602-1700 com Rosa.”

Fonte: http://arqnit.org.br/arqnitfinal/campanha-da-agua-para-cidades-pelo-rompimento-da-barragem-em-mg/